domingo, 13 de fevereiro de 2011

(sem titulo)

Tenho pensado em tantas coisas e quanto mais penso, mais me dá vontade de tomar uma decisão louca...

Vejo as coisas à minha volta da seguite forma: ou uma alegria desmesurada, ou um tristeza profunda e eu estou assim, sem saber para que lado me vire...
Estou inconstante...tenho picos de humor e de sentimentos...Não gosto de me sentir assim, gosto de calma, serenidade e paz, sobretudo de espirito. Mas ultimamente não tenho tido muita.

As coisas não acalmam, não vão ao lugar como eu esperava que fossem!

De repente aquilo que eu achava que era passageiro tornou-se permanente e eu estou sem armas para lutar contra isto! As baterias estão a entrar na ultima reserva e não sei o que fazer a seguir.
Estou sem um caminho para seguir, estou a ficar longe de todos aqueles que gosto, tenho vindo a afastar-me porque não me sinto capaz de dizer e de mostrar aquilo que sinto.. DETESTO dar parte fraca. Não é que queira mostrar-me mais forte do que sou, nada disso. Simplesmente gosto de ser eu no MEU melhor.

Não sei o que fazer...não sei mesmo, estou perdida num labirinto que não me parece ter saida!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Nós, os "tugas" e a Europa..

Vi isto no facebook de um amigo e nao resisto em partilhar aqui...



quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

E já está

O miudo sempre se decidiu....e nasceu esta noite...

Que bom, que sensação incrivel quando a familia cresce...

Já disse que adoro ter sobrinhos?

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

E hoje....

É impossivel não partilhar esta noticia, já falta menos de um dia para ser tia outra vez...

E é tão bom quando me chamam "pipa" (nome que o meu sobrinho me chama), agora vou ter mais um fofinho a fazer asneiras...

Adoro, adoro, adoro ter sobrinhos!

É que estou sempre a aprender...

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Estado de Alma VIII

Hoje estou num daqueles dias em que acho que a vida é uma grande treta...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Estado de Alma VII

Hoje acordei com a musica do Vitinho, porque faz hoje 25 anos, é praticamente da minha idade...

Mas deu-me uma nostalgia, uma saudade, uma vontade enorme de ser criança...

De dar um beijo e um abraço aos meus pais e dizer "Até amanhã!" com um sorriso enorme... Sentir o amor deles e ver um carinho espantoso no olhar...

Um dia quando for mãe quero ser capaz de dar esse mesmo carinho...e proporcionar esses bons momentos!

Era tão bom ser criança....

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

. . .


Não compreendo como é que uma mulher se pode deixar "dominar"  e "anular" por um homem... E sobretudo como é que consegue viver com isso...


Se até a mim me dá vontade de o "espancar", como será que ela se sente...



(Mais uma mulher fantástica que eu conheço, que se deixa anular pelo marido. Mas não é a amiga sobre quem escrevi o outro dia.)