terça-feira, 19 de março de 2013

Hoje tive uma má experiência!

Tenho andado adoentada, por motivos que para já não vos vou falar disso, mas a propósito disso ontem fui à urgência de um hospital privado que há perto de mim e o medico disse que se me voltasse a sentir mal que me deveria dirigir ao hospital central da área de residência  onde existem mais meios de diagnostico. Mas a verdade é que o médico ontem me examinou e me deixou mais tranquila e deu-me uma carta para o caso de eu precisar de ser vista outra vez.
Hoje à tarde voltei a sentir-me pior e fiz o que me mandaram, dirigi-me ao hospital... Lá depois da triagem fui chamada pelo médico, entro no consultório  e estão 4  pessoas lá dentro, sendo que um deles me pareceu um estagiário... Ora eu digo o que se passa comigo e dou-lhe a carta e os exames que havia feito ontem, começaram a examinar-me e não viam nada,  nada mesmo, nem leram em condições a ecografia que levava, aliás nem leram em condições o relatório. E ainda se puseram a gozar com a carta que o medico mandou entregar-lhes... Entretanto enquanto estava a ser examinada, veio mais uma estagiaria, resumindo estava com 5 pessoas a olhar para mim, e no fim fiquei a saber o mesmo... Ou seja, nada! Continuo na mesma de repouso e a ver se passa! E mandaram-me para casa! Podem até ter razão, e não haver nada a fazer, mas podem ser mais simpáticos!

Mais uma "boa experiência" nos hospitais públicos portugueses! E um conselho para o pessoal estagiário: sorriam, pelo menos sorriam aos doentes... Já nos chegam os médicos formados, cheios de peito... Precisamos é de médicos que sorriam que sejam preocupados e atentos!

7 comentários:

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Pois Filipa, 4 e 5 pessoas num consultório é uma realidade a que assisto diariamente. Agora estou em cirurgia (como percebeste pelo comentário no facebook!) e num consultório estamos três alunos, e muitas vezes as pessoas têm de se despir e nota-se que se sentem intimidadas...

Em relação aos sorrisos... Eu percebo que estivesses mais fragilizada, mas tenta ser um bocado compreensiva. Às vezes estamos oito horas seguidas a ver doentes, sem pausa para comer sequer. Não é fácil, e às vezes sorrir é a última coisa que nos apetece. Não estou a desculpabilizar ninguém, até porque eu acho que sou sempre simpática para as pessoas (por muito que esteja desesperada para ir para casa). Mas não é fácil ;)

Desejo-te rápidas melhoras :)

Beijinhos! :)

Karina Alves disse...

Olá Linda.

Olha no meu caso vou sempre a clínica privada do meu medico de família dar 40€ porque sei que ele pelo menos olha para mim analisa-me e escuta. Por que se for no Centro de Saúde ele quer é despachar-me e mais nada!

Na Venezuela (onde nasci) era muito diferente (pelo menos quando la estava, já aqui estou há 12 anos) os médicos eram mais simpáticos, e mais responsáveis.

Mas pronto, o que interessa mesmo é que melhores rápido, e que não seja mesmo nada!

Um beijinho*

lena disse...

Olá Filipa.
Quando estamos mal precisamos é de apoio e de ver que o médico quer saber o que se passa. As vezes as experiências são assim. Já tive algumas mas regra geral tenho mais experiências positivas e tenho a sorte de ter uma médica de família daquelas que já não existe... É fantástica. As melhoras.
Beijinhos grandes.

CARLA disse...

As tuas melhoras queirda :)

Erase Pounds disse...

Só para que te rias um bocadinho e relativizes: uma vez uma mãe de uma amiga foi fazer um exame ginecológico em Coimbra e teve quase uma turma inteira a assistir à "aula". As melhoras e nada como falar,se te sentes incomodada, acho que tens o direito de pedir privacidade. bjinhos

Maria XL disse...

Já não basta o trama do hospital ainda por cima com audiências :(

Amanhã passa lá pelo meu cantinho que tenho um miminho para ti :)

Beijinho

Luz13 disse...

A vida está complicada mesmo... Por essa razão sugiro que assistam as previsões de Aline, da Cidade das Pirâmides, para o ano de 2013.
São três programas imperdíveis. Confiram http://youtu.be/hJV1qZWTtF0 .
Caso desejarem visitem também o nosso Blog:
http://deolhonomundoblog.wordpress.com/
Abraços.