terça-feira, 28 de dezembro de 2010

(notas solta3)

Não sei em que momento deixei de ser só EU e passei a ser NÓS..Mas não me preocupa essa busca....

Só quero que este "Nós" seja sempre assim: cumplice, delicado e inevitavelmente terno e caloroso!

Sem comentários: