sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

(notas soltas1)

Hoje sinto que te conheço, que preciso de todos os teus sorrisos e amuos, que quero ser aquilo que dizes que eu sou para ti ou ainda muito mais...

Sem comentários: