quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Há blog's que nos inspiram...

Infelizmente tenho uma amiga assim, super extrovertida quando está sozinha com as amigas, mas quando saímos todos juntos, as amigas com os namorados e eu com o meu marido (e namorado, claro está) ela muda...Fica mais calada, nem gosta de falar das coisas que nós já vivemos juntas, quando éramos só nós.

Não percebo o que a faz ser assim, mas acho que não lhe faz bem. Se a pessoa com quem partilhamos uma boa parte do nosso coração não gosta ou não é não capaz de viver com aquilo que somos seja sozinhos ou com amigos, então será mesmo essa a pessoa que merece a partilha?

 Não sei, tenho muitas dúvidas, mas como diz a Rita, será que nunca lhes cai a ficha?


Será que não se cansam de fingir? A situação mais estranha que nos aconteceu, foi um jantar em minha casa. Estava a dar um jogo da liga espanhola, então deixamos os homens juntos e fomos as quatro terminar o jantar e estávamos a relembrar as aventuras que nos fazem rir e/ou chorar, mas quando falávamos das dela tínhamos que falar mais baixo e o namorado dela ao fim de algum tempo vinha espreitar à porta da cozinha…Estava a invadir o nosso espaço, mas sobretudo o dela…Claro que falamos dos namoros da adolescência, das paixões que não passaram de simples olhares, mas e qual o problema será que alguém consegue não ter passado mesmo que não sejam namoros sérios são no mínimo “flirts” e os companheiros também têm os deles, ninguém morre por isso, nem ninguém tem que se chatear se gostarmos de relembrar algumas “ceninhas” que se podiam fazer antes dos 18 anos…

Isto deixa-me preocupada, pois só demonstra que existem homens muito mais novos que o meu pai, mas com uma mentalidade muito mais antiquada, mas pior que isso é que existem mulheres que vivem nessa situação, nessa farsa, nessa prisão…mas por quando tempo?


(Depois de ler a questão dela comecei a escrever e acabei por ter criar um post, afinal já ía muito longo o discurso, obrigada Rita, pela inspiração)

Sem comentários: