terça-feira, 4 de novembro de 2014

Não gosto, faz-me espécie....

Dos fundamentalismos. Seja na educação, na alimentação, na religião ou noutra qualquer opção de vida.

Se calhar até podem dizer que sou doida, mas nada é assim tão preto, nem nada tão branco como algumas pessoas acreditam.
Há que deixar espaço para o cinzento, para aquilo que fica ali pelo meio. Há que deixar espaço para os indecisos. Há que sobretudo deixar espaço para que a vida nos ensine e nos dê novas perspetivas.

1 comentário:

Mrs Wonderland disse...

Concordo, por vezes os fundamentalismos só trazem dissabores. Tem de haver margem para outras opiniões, tem de haver espaço para outras cores!

Beijinhos,
http://mrswonderlandby2.blogspot.pt/