sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Apesar do céu cinzento...

Existem dias em que nos apetece abrir os braços e agarrar o mundo inteiro de uma só vez...

Sentir o frio e o calor, sentir o aveludado das flores e os espinhos dos cactos!

Hoje viveria de qualquer maneira, com ou sem sol, com ou sem sonhos, nos dias em que a nossa alma se sente assim, nem são necessários sonhos, basta desejos!

1 comentário:

Sofia disse...

É tão boa essa sensação:)

Um beijinho de uma contabilista para outra :)