sexta-feira, 8 de junho de 2012

Há certezas que mais não são que dúvidas

Toda a gente acha, como eu achava, que se não é branco é preto, mas...

Eu achava que se um dia fosse traída por alguém facilmente arrumaria as ideias e que essa pessoa não teria mais lugar na minha vida... Enganei-me. Arrumar ideias, colocar alguém fora da nossa vida, deixar de sofrer é bem mais difícil do que se possa imaginar.. Há pessoas tão envolvidas na nossa vida, que existem coisas que deixam de fazer sentido sem a pessoa que nos trai!

Perdoar é das coisas mais difíceis de se fazer e não sei se algum dia serei capaz de o fazer, se saberei viver com esta "sombra" de um momento de fraqueza, não sei... Por momentos acredito que sou forte para isso, mas depois vem um momento que me tira todas as certezas. Depois há sempre a duvida que fica: e se volta a fazer o mesmo? Sinceramente continuo a não saber o que fazer... Eu sei que a resposta está dentro de mim, mas não consigo vê-la, senti-la... Ainda não consigo encontrá-la!

6 comentários:

Pipoca Maria disse...

Filipa, estás a viver um dilema complicado, acho que tens que dar tempo ao tempo, dar tempo a ti, sentires a ausência e pesares se será melhor viver com ela ou com a sombra de uma traição.
Não vale a pena dizer o que acho que faria ou deixaria de fazer nessa situação porque cada caso é um caso, cuida muito de ti, pensa em ti e tenta descançar a cabeça.
Beijo

Batata Mole disse...

Bem, eu tinha um testamento para te enviar q depois acabei por apagar, por poder influenciar nalgum sentido...
eu sei bem o que sentes... muito bem!!!
pesa o teu coração...
essas coisas é quase como: se fazes uma coisa podes-te arrepender, se fazes outra também te podes arrepender.
porque o facto de ter havido traição é um motivo de desconfiança. por outro lado a sinceridade pode ser uma prova de confiança...

o tempo e o teu coração vao te responder...

Beijinhos enormes e um xi-coração!!!

Ema disse...

Olá Filipa

Perdoar é dos sentimentos mais nobres que se podem ter, e acredito que sejas capaz de o fazer. Acho que a resposta que tu dizes não encontrar dentro de ti está escrita no teu segundo paragrafo, basta leres...

Beijinhos e volto a desejar-te tudo de muito bom.

Joana disse...

Olá Filipa!

Eu não consigo nem imaginar o que sentes porque nunca fui traída.

Por outro lado, sei que se fosse as coisas não seriam assim tão simples. Depende muito de como é a traição, de como as coisas se desenrolaram. Por exemplo, se foi uma coisa planeada, ponderada, longa, aí não perdoava. Mas se foi uma coisa irreflectida, fruto de algum cansaço da relação e de má comunicação, aí acho que ambos juntos podem vencer esse obstáculo.

Como te digo, nunca fui traída e nunca traí, mas já assisti (infelizmente) de muito perto a algumas traições de ambas as maneiras, algumas pensadas e outras verdadeiramente irreflectidas. E a minha experiência é que as pessoas que perdoam (mas perdoam mesmo) ao fim de algum tempo acabam mesmo por perdoar e deixar a mágoa ir. Não demora um semana nem duas, demora anos. Mas eventualmente tudo volta ao normal.

Agora eu não acho que devias manter-te nessa relação só porque não te imaginas sozinha. Isso ninguém se imagina, principalmente quando ama muito alguém e quando está com essa pessoa há bastante tempo.

Eu acho que devias afastar-te um pouco e pensar no que aconteceu. Se a relação ainda pode evoluir, se há espaço para o perdão e para a evolução. Mas, como te digo, eu nunca me vi na tua situação.

Muitos beijinhos, e se precisares de alguma coisa estás à vontade para mandar mail :)

lena disse...

Olá Filipa.
O importante é ver o que sente pela pessoas e se os seus sentimentos são superiores a magoa da traição. E se realmente está disposta além de perdoar a esquecer. Isso demora a por em ordem. Viva um dia de cada vez pense, converse com a outra pessoa, analise os seus sentimentos. Tudo vai correr bem.
beijinhos grandes.

Lu disse...

Filipa,

acho que o mais importante neste momento é pensares em TI. Arrumares a tua cabeça, juntar os estilhaços, secar o rosto, e quando te sentires realmente capaz tomas a decisão que é melhor para ti.
Acho que neste momento não é tempo de tomar nenhuma decisão.
Sei que é mais fácil falar quando estamos de fora, eu sei.
Mas também sei que tu vais conseguir superar isto.
bjinhos