quarta-feira, 16 de maio de 2012

Os amores, as paixões,as loucuras... Parte II

Eu tenho uma colega de trabalho mais velha que eu um ano, 26 anos portanto, que namorou cerca de oito anos para um rapaz (que é filho de outro nosso colega de trabalho)... O namoro terminou há cerca de 1 ano e meio. O ambiente no inicio era estranho já que trabalhamos as duas, o meu marido e o pai do ex dela na mesma sala. Não sei qual o motivo do termino do namoro, mas  sei que o rapaz dizia que não queria voltar com ela, mas a verdade é que 15 dias depois já andava atrás dela tipo cachorrinho, mas ela manteve-se firme e não voltou para ele (já não era a primeira vez que isso acontecia e ela desta vez não quis voltar).

A verdade  é que andava toda animada, claro que estava triste afinal é uma relação bastante longa, mas a cima de tudo é uma pessoa super optimista! O rapaz fazia de tudo, até minou o PC dela aqui no trabalho, chegou a aceder por controlo remoto aos e-mails pessoais dela, messenger e assim(aqui não nos cortam nada disto), um a situação bastante chata.

Agora acho que ela namora, pelo menos o carro dela está imensas vezes à frente do meu prédio, o novo rapaz mora mesmo no prédio em frente, ela não disse que namora, nem nada disso, mas vem ter com ele no fim de jantar e vão andar os dois (encontrei-os ontem a sair quando estava eu a chegar a casa depois da minha caminhada), ou simplesmente ficam em casa dele a ver os Ídolos (esta parte foi ela que disse). Sinceramente, não tenho coragem para lhe perguntar se namoram, mas confesso que ando em pulgas, adoro ver estas fases iniciais do namoro, em que ainda se conhece o parceiro, em que a paixão domina. De referir que ela quando nos viu (a mim e ao meu marido) a chegar a casa  ficou toda sem jeito, falou, falou, falou coisas sem grande nexo e nem nos apresentou o moço...
Aos 25 ou 26 anos as paixões os amores, são mais serenos, sem tantos dramas...Tudo faz mais sentido, não há tanta pressa de gritar ao mundo que se gosta... Pelo menos é o que eu acho..

A verdade é que as paixões rodeiam-me e eu sinto-me uma miúda de 15 anos no meio de tudo isto, adoro ver gente apaixonada!

E vocês gostam de ver gente apaixonada? Acham que as paixões aos 25 são diferentes das paixões aos 15 anos?


6 comentários:

Aida disse...

Pessoalmente prefiro as de 25, sao tao romanticas, tao fogosas, mas sem dramas ou escandalos ou exageros!


http://placequotehere.blogspot.pt

Batata Mole disse...

Olha, se queres que te diga...
acho que em mim nao muda nada...
LOL
conheci o filipe aos 26 anos e foi tipo à loucura mesmo...acho que se tivesse 15 anos era a mesma coisa... lol
mas agora namoro com ele à quase 3 anos e pronto... parece que morreu tudo... é uma coisa que me irrita... irrita-me o facto que muita gente só dá de si no inicio... mas pronto... é aproveitar esse inicio antes que ele acabe. lol

Beijinhos :)

Batata Mole disse...

ah, mas eu tb gosto de ver novos namoros, e sou meia casamenteira... adoro o amor :)

lovely.alter.me disse...

Lol! Sua curiosa ;) Claro (será?) que as paixões se vivem de forma diferente consoante a idade... eu também gosto de ver pessoas apaixonadas ;) seja por outra pessoa, pela vida, pelas coisas, pela família! Paixão é tudo!!!

lena disse...

OLá Filipa.
Gosto de histórias românticas. E acho que aos 15 somos mais impulsivas que aos 26 e aos 26 a pessoa tem mais experiência e maturidade para saber o que quer. No entanto tudo varia de pessoa para pessoa. Quando se acaba uma relação tão longa deve ser por um motivo muito forte e talvez ela agora tenha encontrado a pessoa certa ou talvez ainda esteja com dúvidas ou simplesmente insegura. Isto dos amores e do coração tem muito que se diga....
Beijinhos grandes.

Lu disse...

Acho que sim, aos 15 anos não temos a mesma visão das coisas. Nem sentimos as coisas da mesma forma.
Aos 15 anos, tudo é cor de rosa, parece que o mundo vai acabar amanhã e queremos viver cada minuto como se fosse o último, muitas vezes sem pensar nas consequências.
Aos 25 anos, em principio, somos pessoas mais maduras e o amamos mas somos mais racionais. Ponderamos melhor as decisões, etc.